Sidebar

 
 

ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO / SALA DE RECURSOS - 30H

PERÍODO OFERTADO: 23/11 A 04/12

Docente Responsável: Prof. Ms. Eliandra Rizz de Oliveira Macedo.

 

Conteúdo Programático: Caracterização dos alunos. Conceitos oficiais. Alternativas de ensino a partir da identificação de necessidades educacionais especiais. Atendimento educacional especializado para as áreas da deficiência, TGD e Altas habilidades. Acessibilidade na comunicação e na aprendizagem. Acessibilidade nos recursos didático-pedagógicos. Identificação e implementação de recursos pedagógicos necessários à superação das barreiras de acesso e aprendizagem dos alunos com deficiência, TGD e Altas Habilidades, na escola comum, tendo como base o ensino colaborativo. Atendimento de necessidades específicas do aluno público alvo da educação especial, por meio do AEE.

 

Bibliografia

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução Nº 4, de 2 de outubro de 2009.Institui Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade Educação Especial. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rceb004_09.pdf.

_________. Ministério da Educação e Cultura. Lei nº 9394, de 23 de dezembro de 1996. Lei que fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional Brasileira. Brasília: 1996.

__________. Ministério da Educação e Cultura. Conselho Nacional de Educação: Câmara de Educação. Resolução N.º 2, de 11 de setembro de 2001. Dispõe sobre as Diretrizes Nacionais para Educação Especial na Educação Básica. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 2001b.

__________. Ministério da Educação e Cultura. Resolução N.º 3, DE 8 DE outubro de 1997. Fixa Diretrizes para os Novos Planos de Carreira e de Remuneração para o Magistério dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

__________. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Básica. Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na educação Básica, 2001.

DECRETO nº 7611, de 17/11/201. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2011/Decreto/D7612.htm.

FELTRIN, Antonio Efro. Inclusão social na escola: quando a pedagogia se encontra com a diferença. 2 ed. São Paulo: Paulinas, 2004.

MENDES, Enicéia Gonçalves. A radicalização do debate sobre inclusão escolar no Brasil. Revista Brasileira de Educação, São Carlos, v.11, n.33, set/dez 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v11n33/a02v1133.pdf

RESOLUÇÃO Nº 4, DE 2 DE OUTUBRO DE 2009. Disponível em http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rceb004_09.pdf

RONDÔNIA, Secretaria de Estado da Educação. Portaria 1281/10 – GAB/SEDUC. Estabelece Normas para operacionalização do Atendimento Educacional Especializado. Publicado no Diário Oficial do Estado de Rondônia 16.11.2010.

RONDÔNIA, Conselho Estadual de Educação. Resolução 552/09. Fixa Diretrizes e normas complementares para atendimento à demanda escolar nas etapas e modalidades da Educação Básica, aos alunos que apresentem necessidades educacionais especiais, no Sistema Estadual de Ensino de Rondônia. Publicado no Diário Oficial do Estado de Rondônia em 27.04.2009.

SÃO PAULO. Secretaria dos direitos da Pessoa com Deficiência. Relatório mundial sobre a deficiência / World Health Organization, The World Bank; tradução Lexicus Serviços. Lingüísticos. - São Paulo: SEDPcD, 2012.

http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=12295&Itemid=595.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

VYGOTSKI, L. S. Fundamentos de defectología. Obras Escogidas, Tomo 5. Madrid, Editorial Progreso/Visor. 1997.