Sidebar

 
 

TECNOLOGIA ASSISTIVA – 30H:

PERÍODO OFERTADO: 05/10 A 09/11

Docente responsável: Profa. Esp. Juliana Roberta Fanti.

 

Conteúdo Programático: tecnologias assitivas em geral, mãos e pés, lazer; higiene, posicionamento, vestuário, comunicação escrita, leitura, mobilidade, alimentação, órteses, avaliação, AVD (alimentação, vestuário e higiene pessoal e bucal), AVP (cotidiano), AVC (amputação).

 

Referências Bibliográficas:

BASTOS, Maria Inês de Souza Ribeiro. Inclusão digital e social de pessoas com deficiência: textos de referência para monitores de telecentros . Brasília, DF: UNESCO, 2007.

BERSCH, R. Introdução à tecnologia assitiva. Porto Alegre, 2013a.(disponível em:

http://www.assistiva.com.br/Introducao_Tecnologia_Assistiva.pdf)

BERSCH, R. Recursos Pedagógicos Acessíveis: Tecnologia Assistiva (TA) e Processo de Avaliação nas escolas. Porto Alegre, 2013b. (disponível em: http://www.assistiva.com.br/Recursos_Ped_Acessiveis_Avaliacao_ABR2013.pdf)

GALVÃO FILHO, Teófilo. A Tecnologia Assistiva: de que se trata? In: MACHADO, G. J. C.; SOBRAL, M. N. (Orgs.). Conexões: educação, comunicação, inclusão e interculturalidade. 1 ed. Porto Alegre: Redes Editora, p. 207-235, 2009. (disponível em: http://www.galvaofilho.net/assistiva.pdf)

GALVÃO FILHO, Teófilo. Tecnologia Assistiva para uma Escola Inclusiva: apropriação, demandas e perspectivas. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2009. (disponível em: http://www.galvaofilho.net/tese.htm)

OKUMURA, M.L.M.; CANCIGLIERI JUNIOR, O. Engenharia Simultânea eesenvolvimento Integrado de Produto Inclusivo: Processo de Desenvolvimento Integrado de Produtos orientados para Tecnologia Assistiva – proposta de Framework Conceitual. Saarbrücken, (Germany): OmniScriptum GmbH & Co. KG (NEA), 2014.

(http://www.amazon.com/Engenharia-Simult%C3%A2nea-Desenvolvimento-Integrado-Inclusivo/dp/3639684494)